X

Notícias

Jornal online dos EUA elege Lisboa como cidade «a visitar com amigos»

A capital portuguesa, Lisboa, foi escolhida pelo jornal online norte-americano Huffington Post como uma das nove cidades europeias a visitar com amigos.
Num artigo publicado no site, a equipa do Huffington Post garante que «as visitas aos clubes noturnos de Lisboa serão muito mais divertidas com amigos». Além disso, o texto refere também «belas praias e caminhadas de aventura».
Lisboa surge na lista do jornal a par de Roma, em Itália, Budapeste, na Hungria, Amesterdão, na Holanda, Dublin, na Irlanda, Zermatt, na Suíça, Barcelona, em Espanha, e Bergen, na Noruega.
O artigo refere ainda a cidade de Merzouga, em Marrocos, que, ressalvam os autores do artigo, apesar de não ser «tecnicamente» na Europa, mas sim em África, «é um destino popular para os europeus».

(in TSF)

Rossio, Lisboa, Lisbon, Portugal, Lisboa à noite, Europa Estação ferroviária do Rossio, Santa Justa

Foto de João Paulo Coutinho

Visitar Lisboa

Alentejo eleito pelo National Geographic como destino obrigatório

O Alentejo foi eleito, pela revista de viagens da National Geographic, como destino obrigatório a visitar em 2014. A revista elegeu 21 destinos a visitar e o Alentejo foi um deles.

Todos os destinos eleitos reflectem o que é “autêntico, culturalmente rico, sustentável e, é claro, superlativo no actual mundo das viagens”. Entre regiões como o norte da Austrália, Nova Orleães, a italiana Apúlia, a bósnia Sarajevo, parques do Ruanda ou Índia, segredos do Iraque ou mesmo mergulhos em Cabo Verde, surge o Alentejo onde o “ritmo lento da vida é parte da atracção”. O conselho deixado é “Relaxe, pratique a paciência e não olhe para o relógio”.

A Rota Vicentina é a explicação para a escolha do Alentejo, “um dos mais recentes trilhos da Europa para caminhadas”, “realmente selvagem” e “onde as cegonhas fazem ninhos e plantas endémicas florescem”.


Sobre o video: "Alentejo, tempo para ser feliz", o spot mostra, em cerca de seis minutos, as emoções que os turistas podem viver no Alentejo, através dos protagonistas de uma aventura que tem como ponto de partida a busca da felicidade. O filme foi produzido pela Flavour Productions, tem direcção de fotografia e realização de Eduardo Sousa e co-realização de Tito Costa, e banda sonora de Nuno Maló, é protagonizado por Ela Clark e conta com a participação de muitos habitantes do Alentejo.

Esta é a lista dos 21 destino obrigatórios a visitar em 2014:

  • Parque Nacional da Floresta de Nyungwe, Ruanda
  • Northern Territory, Austrália
  • Nova Orleães, EUA
  • Apúlia (Puglia), Itália
  • Córdoba, Argentina
  • Cabo Verde
  • Parque Nacional de Ranthambore, Índia
  • Arbil, Iraque
  • Sarajevo, Bósnia-Herzegovina
  • Pays Cathare (na região Languedoc -Roussilon), França
  • Parque Nacional das Montanhas Rochosas, Colorado, EUA
  • Sochi, Rússia
  • John Muir Way, Escócia
  • Parque Nacional de Nahanni, Canadá
  • Rota do Cacau, Equador
  • Riga, Letónia
  • Liechtenstein
  • Guiana
  • Alentejo
  • Planalto Bolaven, Laos

Aceda à notícia da National Geographic aqui.

Autor do Artigo -Bruno Sousa

Porto no Top 10 de destinos para férias baratas em 2014

O Porto figura em primeiro lugar no Top 10 dos destinos mais em conta para umas boas férias do site espanhol skyscanner.

Caráter cativante, boa comida, bom vinho a copo, bom ambiente, as esplanadas na Ribeira, o regresso ao passado a bordo de um elétrico “vintage” ou de um barco rabelo, a apetitosa “francesinha”, a pastelaria boa e variada, o pitoresco do Mercado do Bolhão e a magia da Livraria Lello&Irmão, a maravilhosa panorâmica da Ponte Luis I e, claro, o Vinho do Porto, são algumas das atrações destacadas no artigo escrito por Patricia Cuni, que poderá ler na íntegra aqui.

Tudo isto sem gastar muito…venha conhecer-nos!

…e já agora, de 22 de janeiro a 12 de fevereiro vote no Porto para Melhor Destino Europeu 2014 em www.ebd2014.com

Porto, Douro, Ponte, fotos do Porto, Visitar, Potugal

Descoberto em Mértola um Baptistério dos finais do século V

O achado arqueológico mereceu a atenção do Instituto Pontifício de Roma que em Abril fará deslocar uma delegação composta de 50 alunos e professores para estudar o legado cristão.

A descoberta ocorreu a cerca de 50 metros do local em que, no início dos anos 80, foi feito um achado semelhante DR

Os investigadores do Campo Arqueológico de Mértola (CAM) descobriram um segundo baptistério na encosta do castelo da vila, durante a última campanha de escavações realizada no Verão passado.

A descoberta ocorreu a cerca de 50 metros do local em que, no início dos anos 80, foi feito um achado semelhante.

O arqueólogo do CAM Virgílio Lopes adiantou ao PÚBLICO que os vestígios desta estrutura religiosa, destinada à realização de cerimónias baptismais num espaço coberto, estão datados de “entre os finais do século V e o início do século VI” da nossa era, classificando-os como uma importante peça do período paleocristão. O investigador assinala que este período histórico está associado às “chamadas invasões” vindas do norte de África.

O “enorme baptistério”, que “ainda mantém visíveis os mármores originais”, vem confirmar a presença de pelo menos “duas comunidades cristãs ” com as suas igrejas e cultos próprios, salienta o investigador, sublinhando que o valor e luxo exposto, revela que por detrás da sua construção “estaria uma comunidade rica, com os seus espaços de enterramento, as suas lápides, o seu baptistério, os seus mausoléus”.

O arqueólogo Cláudio Torres, fundador e director do CAM explicou ao PÚBLICO o contexto da existência dos dois baptistérios, a cerca de 50 metros um do outro, ambos construídos no século VI. As comunidades cristãs das grandes cidades do Mediterrâneo ocidental e do sul da Península Ibérica, referiu, dividiam-se entre os que acreditavam na Santíssima Trindade (Pai, Filho e Espírito Santo), ligados a Igreja de Roma e Bizâncio, e os monofisitas [restam hoje os Coptas no Egipto] que a rejeitavam, defendendo um deus uno (Jesus Cristo). Foi esta divisão que, na interpretação de Cláudio Torres, deu origem a dois baptistérios, um católico e outro monofisita.

Na basílica paleocristã de Mértola existem várias sepulturas de crentes que confirmam a existência de uma grande comunidade de opositores à igreja de Roma. Foi através dessas comunidades de monofisitas, que tiveram uma forte implantação no sul da Península Ibérica, nomeadamente em Mértola, “que se expandiu o Islão”, posteriormente à chegada, a partir do século VI, de populações oriundas do norte de África.

O arqueólogo sutenta, contudo, que ao contrário daquilo que “ainda se divulga”, os árabes não conquistaram a Península Ibérica. “A população não foi conquistada, converteu-se ao Islão, cujos princípios religiosos eram defendidos pelos monofisitas.”

“Já sabíamos que tinha existido em Mértola uma comunidade monofisita com base nas lápides funerárias. Com a descoberta de um segundo baptistério fica explicada a existência de duas correntes cristãs entre o século V e VII em Mértola, que se opunham entre si.”

Trata-se de um testemunho cuja importância se destaca “no contexto europeu”, acrescenta Virgílio Lopes, frisando que em Portugal apenas em Idanha-a-Nova estão identificados dois baptistérios, mas “mais modestos”. Só em Barcelona se encontra um monumento comparável aos localizados em Mértola, onde, em termos arqueológicos, subsiste um conjunto extremamente bem conservado.

“Estamos na presença de um conjunto extremamente importante e raro”, conclui o investigador, realçando o interesse do Instituto Pontifício de Roma pelo novo achado arqueológico, na sequência de duas conferências que Cláudio Torres ali proferiu recentemente. Assim, no próximo mês de Abril, uma delegação com cerca de 50 professores e alunos daquela instituição de ensino do Vaticano permanecerão durante uma semana em Mértola, para estudar e interpretar a importância deste testemunho religioso que revela a importância do passado histórico da zona no contexto europeu, no período paleocristão.

(in publico.pt )

 

 

Património Mundial em Portugal

Principais datas das classificações de Património Mundial de Portugal – 1983: A UNESCO decide, em Florença, a classificação simultânea dos primeiros quatro locais portugueses como Património Mundial: ...Saiba mais »

Papa Francisco vem a Fátima em 2017

No ano em que se comemoram os cem anos das aparições de Fátima, 2017, o Papa Francisco fará aquela que será a sua estreia em Portugal. Francisco vem a Portugal em 2017. De acordo com a agência da Igr...Saiba mais »
1 2

Contate-nos

Utilize o formulário seguinte para nos contactar

Entre em contato connosco

Pode utilizar os seguintes contatos em qualquer hora do dia ou noite.

E-mail: geral.all.ways@gmail.com

Telefone: (24h) +351 915 452 880